​ Você é como você come

É engraçado pensar que cada pessoa tem sua particularidade na hora de fazer uma refeição. Bem provavelmente, isso veio da sua criação, sua origem. É claro que, ao longo da vida, desenvolvemos hábitos próprios, mas podemos afirmar que comer é cultural.

Muito da cultura de um povo está ligado à maneira como ele se alimenta e, entre cozinheiros, chamamos isso de cozinha de origem. São os ingredientes, preparos e pratos originários de um povo. A gastronomia é um legado, uma herança.

Já pararam para reparar como até hoje, as famílias italianas se reúnem aos domingos para comer uma bela massa preparada pela matriarca?

E como isso entrou na cultura brasileira também? Adotamos os ovos americanos no café da manhã, o uso do azeite na preparação dos alimentos, o delicioso peixe cru como algo banal e a mandioca indígena como uma riqueza genuinamente nossa.

Talvez nem tenhamos tomado nota disto, mas o Brasil é um país rico na cultura da comida. Conseguimos construir nossa própria cultura, adotando tudo que o mundo podia oferecer. E fizemos isso muito bem feito.
Não há no mundo gastronomia que se compare à nossa, vasta e diversa. Temos regiões distintas, com culinárias peculiares e povos ricos culturalmente, tudo dentro de um só país. De certa forma, o cara lá de cima nos ajudou bastante, priorizando com um solo rico, um povo criativo e uma gastronomia que, sinceramente, eu não troco por nenhuma no mundo.

A gente é a forma como nos alimentamos, somos feitos de arroz, feijão, bife e farinha. Feijoada às quartas, pastel domingo, tapioca doce, churrasco com os amigos, peixe na telha, sanduíche de pernil, empadão, tutu, acarajé, virado à paulista, caldo de cana, coxinha, pizza, prato feito e muito, muito amor pela comida.

Mariana Nogueira
Chef por formação, Social Media por destino e colecionadora de aprendizados. Acredita que a vida só faz sentido se tiver o nosso tempero.

Comments

comments

About the Author

Mariana Nogueira
Mariana Nogueira
Chef por formação, Social Media por destino e colecionadora de aprendizados. Acredita que a vida só faz sentido se tiver o nosso tempero.