33 anos de Avril Lavigne – Relembre os sucessos da cantora

E hoje é aniversário dela!

Avril Ramona Lavigne, mais popularmente conhecida como Avril Lavigne, hoje completa 33 aninhos em terra e vida e, como todos estamos cansados de ver e saber, a carinha continua a mesma dos 16 anos de idade.

Por falar em 16, foi com essa mesma idade que Avril chegou ao topo das paradas de sucesso e conquistou nossos corações!

A Canadense, nascida em Napanee – Ontario, em 27 de setembro de 1984, desde muito nova cantava em festivais e na igreja. Avril conta que sua mãe já sabia que ela seria cantora desde seus 2 anos de idade, quando ela já cantarolava o tempo todo, e inclusive a apelidou de ”Little song bird”. Fofa, não?!

Desde adolescente Avril arriscava notas em seu violão e treinava até dar autógrafos. A cantora diz que desde sempre soube que um dia seria famosa e realizaria seu sonho de tocar guitarra e cantar para multidões. (Acertou mais do que em cheio!)

E foi aos 16 anos que Avril foi para Nova Iorque arriscar tudo e conseguiu uma audição rápida com o produtor L.A. Reid, da Arista Records. Nessa audição, Reid se viu encantado pela voz da canadense, e disse que assinaria um contrato com ela naquele momento. E foi daí que tudo aconteceu! Avril se mudou para Manhattan e em junho de 2002 tivemos a estreia seu primeiro álbum Let go, junto com o lançamento do primeiro single, Complicated, atingindo a marca de 14 milhões de cópias vendidas. Dois meses depois, a música entrou para o Top Ten Billboard e Avril ganhou o prêmio Music Awards Latino e Norte Americano e em setembro, chegou ao disco de platina triplo. Chegando com Sk8er boi, o mundo todo já estava completamente conquistado pela garota de calças largas, skate, gravatas masculinas, spikes e munhequeiras nos pulsos. Em uma era de cantoras pop que se valiam de playback e muitas coreografias de dança, surge Avril Lavigne, a garota de atitude que subia aos palcos cantando e tocando guitarra e fazendo sinais de rebeldia para os paparazzi.

No início de 2003, com Sk8er boi bombando nas rádios, Avril teve cinco indicações aos Grammy e recebeu disco de Platina quíntuplo pelo álbum Let Go. E assim vieram mais dois sucessos: a balada I’m with you e a mais pesada Losing Grip.

No mesmo ano, foi lançado seu primeiro DVD, o My World, e em 2004, em uma nova fase, Avril lança seu segundo álbum, Under my skin. Com quase 400 mil cópias vendidas em menos de uma semana, a explosão começou com o lançamento do single Don’t tell me. Com letras mais maduras e com uma pegada até mais ”dark”, vieram em seguida os singles, Nobody’s home, My happpy ending, He Wasn’t, e Take me away. 

Em 2005 Avril já tinha vendido mais de 22 milhões de cópias em todo o mundo, sendo meio milhão apenas aqui no Brasil. Diante disso, ela trouxe a Bonez Tour ao país, em setembro deste mesmo ano, fazendo 4 apresentações espalhadas pelos estados. Os fãs aproveitaram que a loira estava prestes a completar 21 anos e cantaram Parabéns a ela! Fofos!

Em 17 de abril de 2007, Avril lança o álbum The best damn thing, totalmente inovador na carreira da cantora. Trazendo-a como produtora executiva em canções pop punk e teen pop, marcou uma nova fase apelidada de ”Patricinha roqueira”. Com a pegada Rock Glam, Avril aceitava e usava cor de rosa. Vendendo mais de 289 mil cópias nos Estados Unidos em sua primeira semana de lançamento, entrou em primeiro lugar na Billboard 200, e mundialmente foram mais de 5 milhões de cópias vendidas. Com os singles divertidos Girlfriend, When you’re gone, Hot, e The Best Damn Thing, ficou em primeiro lugar em 26 países, lançando assim a The Best Damn Tour.

 

 

E em março de 2011, aos 26 anos de idade, a canadense lança seu quarto álbum, considerado mais ”emotivo”, Goodbye Lullaby. 

Recém divorciada em seu casamento com o vocalista do Sum 41, Deryck Whibley, o álbum mostra outro lado, também diferente, da cantora de pop punk. ”Mais sentimental e visceral”, como descrito pela própria Avril, Goodbye Lullaby rendeu os singles What the hell, Smile, e Wish you were here.

Em novembro de 2013, foi lançado o álbum Avril Lavigne, trazendo de volta uma pegada Rock n roll, na qual a loira se consagrou, com a participação do amigo e cantor Marilyn Manson na faixa Bad Girl, e do então marido na época, Chad Kroeger, vocalista da banda Nickelback. A cantora emplacou nas paradas de sucesso os singles Here’s to never growing up, Rock n Roll, Let me go, e Hello Kitty, trazendo para o mundo e, inclusive para o Brasil, a turnê The Avril Lavigne Tour.

Em dezembro de 2014, Avril entristeceu o mundo com a notícia de que estaria se afastando de sua carreira para se tratar da doença de Lyme. Um ano depois, já curada, Avril se emocionou muito contando o que passou. Foi um momento difícil, não só para ela, mas para todos nós, fãs.

Hoje, não só curada mas e também produzindo seu novo álbum, ela também está completando 33 anos, para a nossa alegria!

Avril sempre teve comemorações animadas e adora celebrar o aniversário e, com certeza, neste ano não será diferente!

Feliz Aniversário, Avril R. Lavigne!

De Complicated a Let me go, de sempre e sempre, te desejamos toda a felicidade e muito rock ‘n’ roll!

Beatriz Lopes

24 anos, Advogada, Geminiana, cinéfila, fã da pequena sereia, Marvel e de The kooks.
Amante de um bom Rock n roll, moda, conversas inteligentes, fotografia, séries, chocolate e café.
E quem não ama café?
Muito prazer!

Comments

comments

About the Author

Beatriz Lopes
Beatriz Lopes

24 anos, Advogada, Geminiana, cinéfila, fã da pequena sereia, Marvel e de The kooks.
Amante de um bom Rock n roll, moda, conversas inteligentes, fotografia, séries, chocolate e café.
E quem não ama café?
Muito prazer!