Acabou o tempo de sofrer por quem não te quer

CHEGA. Isso mesmo, escrevo em letras garrafais para expressar a intensidade do que estou dizendo. Chega de sofrer por quem não te quer, ou por quem te quer em certos momentos, e até mesmo por quem te usa de estepe. Você é bem melhor do que isso.

Há um ditado antigo que resume totalmente esse texto. “Quem quer, arruma um jeito. Quem não quer, uma desculpa”. CHEGA de desculpas. Provavelmente você deve estar cansado de revirar sua vida para tentar encaixar a vida da outra na sua rotina, e isso nunca é levado em consideração.

As pessoas não são obrigadas a nos beijar, a nos querer, mas também não somos miojos para sermos procurados no fim de uma noite regada a álcool e, quando em casa, ser a opção mais fácil.

Me desculpem, esse texto não tem palavras bonitas e muito menos pensamentos filosóficos que vão te fazer pensar, mas sim apenas um grito de VTNC para aquelas pessoas que se acham no direito de usar tudo aquilo que guardamos de bom a elas.

Suas energias devem ser usadas com família, amigos e com quem merece, e não serem mendigadas a pessoas que te olham de cima e pensam: “tenho você quando eu quiser”. Não, você me tem quando eu achar que poderá ter. E quando você vier com discurso de arrependimento, eu vou dobrar junto com as cartas, lembranças e jogar no mesmo lugar que jogou o sentimento.

Talvez achem que seja dor de cotovelo e digo isso por tentar me afirmar. Não tem problema, enquanto vocês procuram suas almas gêmeas em outros corpos, eu vago por aí, me fazendo casa de sentimentos bons, onde a má fé não faz morada e a maldade não se cria. Já dizia Forfun.

Ah, e quando estiver carente e precisar de colo, o encontre na cerveja, nas baladas e na vida, que provavelmente te dará um tapa de plumas para ver se você aprende a respeitar os sentimentos alheios.

João Vitor

Louco, eu? Vocês que são muito normais.

Comments

comments

About the Author

João Vitor
João Vitor

Louco, eu? Vocês que são muito normais.