Cinco anos depois, a magia, finalmente, volta às telonas!

3

Sim amigxs, o mundo mágico está de volta e não poderia ter sido de melhor maneira: Animais Fantásticos e Onde Habitam já carrega em seu título uma ótima definição: verdadeiramente fantástico! O longa conta a história de Newt Scamander, um bruxo apaixonado por criaturas mágicas e engajado em um trabalho de proteção e estudo sobre elas. Scamander viaja pelo mundo pesquisando sobre, afim de montar uma espécie de catálogo, que mais tarde se torna um livro, integrando a lista de materiais didáticos solicitados para estudar em Hogwarts.

O filme marca a estreia de J.K. Rowling como roteirista. E é claro que a escritora britânica mais bem-sucedida de todos os tempos não poderia fazer por menos. Nossa Jô, que nunca decepciona, entrega um produto por vezes melhor do que o esperado. O longa inicia  uma nova saga, ambientada no mesmo universo de Harry Potter, melhor e bem amadurecida. A trama se passa em uma Nova Iorque de 1926, 65 anos antes da trama já conhecida. O toque retrô é responsável por um capricho e cuidado para/com os cenários e figurinos, que além do perfeito posicionamento histórico – citando, por exemplo, a primeira guerra mundial em vários momentos -, nos presenteia com um excelente resultado visual.

Cativante do início ao fim, eu, particularmente ainda não havia tido o prazer de encontrar um filme com um ritmo tão bom. Ele não para, nada para. As coisas simplesmente vão acontecendo e enchendo os corações. As histórias secundárias são igualmente maravilhosas e visivelmente muito bem pensadas, além de perfeitamente alinhadas à história original. Os animais e as doses de humor são um charme excepcional. Efeitos especiais magníficos deram vida às mais belas e intrigantes criaturas do mundo mágico com uma perfeição que, olha, impossível não se apaixonar.

1

O elenco é responsável pelas grandes surpresas do filme. Ed Redmayne traz nosso Newt à vida de maneira impecável, um exímio Lufano. Mas, que Redmayne iria apresentar um trabalho excepcional, todos nós já esperávamos. A verdadeira surpresa vem de Ezra Miller que dá vida a Credence, um dos personagens mais misteriosos do longa, com um desempenho fenomenal roubando os holofotes constantemente.

Os fãs, sem dúvidas, saíram e sairão extasiados, os easter-eggs estão por toda parte, visíveis ou não. Aos que ainda não tinham se deleitado com a majestosidade do mundo mágico, resta um excelente filme, que faz acontecer em todas as cenas, cativa, prende e passa sua mensagem com maestria. Aliás, as metáforas do filme merecem uma atenção especial e, claro, um espaço no coração. O longa estreou na última quinta-feira (17), e está em cartaz em todo o país. Com US$ 7 milhões arrecadados só nas sessões de pré-estreia, é, sem dúvidas, a melhor pedida para o próximo fim de semana. Confira o trailer:

Influenciadora analógica, 25 invernos.
Fingo que desenho, pensam que escrevo, mas no fim eu só bebo (enquanto assisto séries).
Basicamente um desenho animado tentando sobreviver no mundo real.

Comments

comments

, , ,
Jôicy Franco

About Jôicy Franco

Influenciadora analógica, 25 invernos. Fingo que desenho, pensam que escrevo, mas no fim eu só bebo (enquanto assisto séries). Basicamente um desenho animado tentando sobreviver no mundo real.
View all posts by Jôicy Franco →