Cinco vilões inesquecíveis dos games

O eterno embate entre o bem e o mal sempre foi tema para muitas histórias na indústria do entretenimento. Um dos fatores mais importantes quando o tema é abordado, na minha opinião, é a construção de um bom vilão. Afinal, é por meio dele que a história se desenrola e o herói ganha território fértil para construir e desenvolver sua personalidade. Sem um bom vilão, as coisas ficam sem graça e desinteressantes. Quando se trata de games as coisas não são diferentes.

Particularmente, levo em conta alguns pontos para avaliar um vilão. Pontos esses que devem receber atenção na construção do personagem. O primeiro é sua história de origem e objetivos, o segundo é a forma como ele lida com as situações e o terceiro é a sua aparência.

Histórias de origem e objetivos não precisam ser entregues de bandeja, podem ser trabalhadas em pequenos fragmentos no desenrolar da trama. Afinal, diferente dos heróis, os vilões são mais complexos. Suas histórias e objetivos devem levar aqueles que entram em contato com ele a questionar e pensar a respeito, sem um certo ou errado seco como resposta.

A forma como ele lida com as situações deve ser coerente com seu conceito, trama e objetivo. Sim, é bacana que ele seja imprevisível, mas sempre dentro das particularidades de seu caráter.

Aparência. Esse quesito nos games é um fator importantíssimo, pois, dependendo do game, o design do personagem vai ser a única forma de você expressar sua personalidade. Por isso, sua feição e roupas devem ser muito bem pensadas, pois cada detalhe é importante para vender o vilão. É incrível como com apenas um bom design de personagem é possível entregar toda uma ideia.

Por isso, separei alguns exemplos de vilões que guardo comigo como referências nos três ou em apenas um dos quesitos que desenvolvi acima.

Ganondorf: Pathetic little fool! Do you realize who you’re dealing with? I am Ganondorf and soon I will rule the world!

 Ganondorf de Legend of Zelda: Ocarina of Time. Com ar de soberba, já no primeiro encontro com ele no game, olhando de cima de seu cavalo negro, ele sorri em tom irônico enquanto derruba Link sem grandes dificuldades, levantando apenas uma mão. Sua origem no game conta que ele é o único filho de uma tribo do deserto composta apenas por mulheres que, após 100 anos, geraram uma criança do sexo masculino. Por conta disso ele é coroado rei dessa tribo e seu objetivo é conquistar o mundo todo por meio do poder da Triforce, um artefato deixado pelas deusas Din, Farore e Nayru para manter o equilíbrio do mundo que haviam criado. Por fim, o design de Ganon passa toda imponência e ameaça que ele possui, além de traços que remontam sua origem e personalidade.

Magus: If history is to change, let it change. If the world is to be destroyed, so be it. If my fate is to die, I must simply laugh.

Magus de Chrono Trigger. A princípio, um ambicioso e poderoso mago em busca de dominar o mundo. Porém, conforme você desenvolve a história, percebe que existe muito mais por trás da figura arrogante e ambiciosa do vilão. Tudo o que ele busca é apenas ficar o mais forte possível para conseguir destruir o algoz de seu reino e família, chegando até a se unir ao herói do game, Crono – se assim o jogador quiser -, apenas para concluir sua vingança.

Arthas: Nothing shall prevent me from having my revenge, old friend. Not even you. Now, I call out to the spirits of this place. I will give anything, or pay any price, if only you will help me save my people.

Arthas, The Lich King, de Warcraft 3. Desesperado para salvar seu reino de uma infestação de mortos vivos, o paladino e príncipe Arthas parte em busca da lendária espada Frostmourne. Porém, cego por sua angustia, ele acaba fundindo sua alma a de um poderoso warlock aprisionado por séculos na espada amaldiçoada, corrompendo o jovem paladino e o levando a destruir aquilo que ele jurou proteger.

Sovereign: We have no beginning. We have no end. We are infinite. Millions of years after your civilization has been eradicated and forgotten, we will endure.

Sovereign de Mass Effect. É a inteligência artificial de milhares de anos que busca aniquilar todas as civilizações orgânicas, resumindo elas a uma simples equação cíclica de repetições. Sua justificativa para tal objetivo é a busca pelo equilíbrio na galáxia.

Kain: I awoke to the pain of a new existence, in a dank womb of darkness and decay.

Kain de Blood Omen e Legacy of Kain. Um humano da nobreza é assassinado brutalmente, mas volta à vida em forma de vampiro por poderes desconhecidos. Em uma torrente de vingança, ele sai à caça de seus algozes enquanto compreende os poderes que o trouxeram de volta. Durante essa jornada, Kain se torna poderoso e esse poder o corrompe e enlouquece, transformando-o no que ele buscou destruir.

Vilões são fodas e muitas vezes conseguem atingir um nível de carisma muito maior que os altruístas heróis. Isso talvez pela forma tenaz e focada com que tratam seus objetivos sem medos ou receios. Por conta disso, acabamos, muitas vezes, nutrindo uma certa admiração por esses agentes do imoral. Afinal, quantas vezes não nos acovardamos em tomar uma determinada decisão por medo das consequências?

Uma outra maneira que um vilão pode cativar sua audiência é através do ódio, quando desempenha de forma impecável a arte do mal. Neste caso, a admiração é substituída por um incrível desejo de superar e derrotá-lo. Aquele sentimento de satisfação em sobrepujar aquele que tanta destruição causou.

Enfim, espero que tenham gostado. Sei que listei apenas alguns dos vários vilões que existem no universo gamer. Então por que não aumentar essa lista? Deixem nos comentários quais vilões foram marcantes em suas jogatinas!

Herick Zerunian

Publicitário, nas horas vagas caçador de monstros, assassino de templários, matador de dragões, sobrevivente de apocalipse nuclear. Deus = vida = Bacon.

Comments

comments

, , , , , , , , , , , ,
Herick Zerunian

About Herick Zerunian

Publicitário, nas horas vagas caçador de monstros, assassino de templários, matador de dragões, sobrevivente de apocalipse nuclear. Deus = vida = Bacon.
View all posts by Herick Zerunian →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.