Contouring: dicas para fazer contorno em casa sem errar!

A dica hoje será sobre uma técnica que ganhou muita força nos últimos tempos graças a internet, com tutoriais malucos e cheios de paranauês diferentões que a gente olha e fica pensando que nunca vai conseguir fazer igual: o famoso contorno facial.

Ele já existe há muitos anos, mas era uma técnica usada por maquiadores profissionais. Era muito comum ver esse efeito no rosto de bailarinos, atores, principalmente os de teatro, para realçar as sombras do rosto. Essa técnica foi trazida para a “vida real” para complementar a maquiagem, porque, realmente, ela dá um efeito muito bonito no rosto – quando usada da forma correta.

Então, aqui vão algumas dicas para vocês tentarem fazer em casa de uma maneira mais fácil e natural.

• Para que serve o contorno?

O contorno, nada mais é do que um efeito de luz e sombra do rosto, onde as partes que escurecemos são disfarçadas e as partes que deixamos mais claras são as destacadas. Tudo que você escurece vai ficar “para trás” e tudo o que você ilumina fica mais “saltado para frente”.

É como se o contorno devolvesse as sombras do seu rosto. Digo “devolver” porque, na realidade, o nosso rosto já tem um contorno próprio. É só olhá-lo quando tem uma luz vindo de frente que você vai perceber as partes iluminadas pela luz. Serão elas: a testa, o topo do nariz, o queixo e o centro do rosto. E o que vai ficar escuro são: as laterais da bochecha, perto da mandíbula e, talvez, o topo da sua testa, perto da raiz dos cabelos, ou seja, o “contorno do seu rosto”. Quando passamos a base, por exemplo, ela funciona como uma espécie de borracha e acaba tirando os contornos naturais da face. Então, com produtos mais escuros você consegue colocar a sombra de volta no lugar.

• Quais produtos usar?

Cremosos:

Uma das opções é usar uma base em bastão ou um corretivo cremoso normal, ele pode ser dois ou três tons mais escuro que a sua pele.

Se você optar por fazer com produtos cremosos, precisa riscar a pele nos pontos estratégicos do rosto e depois esfumar bem com batidinhas, usando uma esponja úmida. (Não molhada, apenas úmida)

Em pó:

Acho bem mais fácil, principalmente para quem não é acostumado a fazer contorno. Você pode comprar um pó para contorno específico ou substituí-lo por um pó facial normal com uma tonalidade mais escura. Eles darão o mesmo efeito.

Ele também é mais fácil de consertar caso algo dê errado. O pincel de blush e contorno podem ser os mesmos. Prefira sempre usar um pincel com cerdas macias e não muito grande. Comece aplicando pouco produto e dosando a quantidade para não pigmentar demais. Se ficar muito claro, vá pegando mais produto, mas sempre com parcimônia.

Pincel para contorno

 

• Quais cores usar?

Prefira sempre usar um tom de marrom mais frio, porque, afinal de contas, ele vai dar um efeito de sombra para o rosto. Então, se você usar um marrom mais quente, ele não vai dar esse efeito e pode ficar exagerado.

Se você for branca ou morena clara, não escolha tons muito escuros, quanto mais escuro, mais difícil de esfumar e manter um efeito natural.

• Onde aplicar?

Contorno em rosto de formato redondo

A maior verdade sobre o contorno é que ele não é universal, cada tipo de rosto merece uma atenção diferente. Para isso, existe uma técnica chama visagismo, que estuda o formato do rosto de pessoa para saber onde deve ser feito o contorno, onde deve ser iluminado e tudo ficar mais harmônico.

Na imagem abaixo, dá para ver a ilustração de vários tipos de rostos. As partes escuras indicam onde deve ir a sombra, e o mais claro, a luz.

Isso é só um guia. É claro que é um pouco complicado quando vai fazer isso sozinho em casa sem a ajuda de um profissional, então pode estudar seu próprio rosto e descobrir o que é que você gostaria de esconder e o que gosta de ressaltar.

Um exemplo: testa mais longa, para disfarçar, você pode aplicar o produto escuro no topo da testa, perto da raiz dos cabelos.

Nariz gordinho: para afinar, é só traçar duas linhas paralelas nas laterais do nariz com o escuro e iluminar o topo do nariz com o claro.

Para dar uma afinada no rosto, é só fazer o contorno em volta do osso zigomático. Esfumando bem, trazendo o traço de trás da orelha, em direção a boca.

 

• Posso fazer o contorno com bronzer ou blush?

Depende da cor e da quantidade de brilho que eles adicionam. Se ambos forem marrons, opacos e com tom frio, pode sim! Mas se forem de tons quentes, não. Um exemplo de blush que pode ser usado como contorno é o Harmony, da MAC. Ele tem é um tom de marrom frio e com acabamento mate.

Blush, na maioria de suas versões, é rosado, pêssego ou alaranjado. Ele serve para dar um ar mais saudável para o rosto. Então, o ideal é aplicar uma quantia suficiente para dar esse efeito, apenas nas maçãs.

O Bronzer é para bronzear. Ele pode ser usado na testa, nas bochechas, no topo do nariz e nas têmporas.

• Contorno é o oposto do Strobing?

Algumas semanas atrás, nós falamos aqui sobre o strobing e de como ele tem o poder de realçar pontos do rosto usando iluminador. O contorno faz a mesma coisa, só que colocando sombra nos lugares que você quer esconder. É por isso que ele pode ser reforçado com corretivos mais claros. Os dois podem ser usados juntos ou separados. Só que o iluminador usado sozinho dá um efeito mais leve para o rosto.

Pode parecer um pouco difícil no começo, mas como tudo na maquiagem é questão de um pouquinho de treino, depois você fica craque!

Já tentou fazer contorno em casa? Segue as dicas e me conta se deu certo! 🙂

Thaline Correa
Pedagoga por formação, mas trabalha na área de tecnologia. 25 anos. Apaixonada por maquiagem e com muita vontade de dividir isso

Comments

comments

About the Author

Thaline Correa
Thaline Correa
Pedagoga por formação, mas trabalha na área de tecnologia. 25 anos. Apaixonada por maquiagem e com muita vontade de dividir isso