Desta vez sou eu…

Me desculpe, mas estou cansada.
Eu já tentei tanta coisa e quebrei a cara que agora decidi tirar o time de campo, e não quero jogar o famoso: “o problema não é você, sou eu” para justificar minhas ações, mas dessa vez, infelizmente, é isso!
Sinto que mergulhei tão fundo em pessoas rasas que usei todo o oxigênio que eu tinha, e agora não consigo ir recarregar meu cilindro. Decidi deixar ele de lado por um tempo, forcei demais, fui atrás de coisas que não eram para mim e bati o pé, fiquei sem forças e sem graça para alguém novo.
Do jeito que estou, posso até me interessar um pouco por como foi o seu dia, mas não irei perguntar, você será um breve e esporádico pensamento – e eu sei que ninguém merece uma relação assim.
Por isso, peguei a minha mala surrada e levantei acampamento. Desculpe ter cruzado o seu caminho em uma hora errada para mim, espero que você encontre alguém disposto a correr uma maratona com você, pois é o que merece com o tanto de amor que você tem para dar. Eu, infelizmente, não iria conseguir correr até a esquina.
E repito: dessa vez sou eu! Corri em campos que meus calçados não eram apropriados, entrei em matas com placas gigantescas de PERIGO e as ignorei. O resultado é esse, cansei.
Eu sei que vou recuperar o ar e meu vigor, ainda vou entrar nesse mar de novo, mas não hoje e nem amanhã.
Me deixe montar a minha barraca solo agora, quero apenas que o ar entre em meus pulmões e eu não me preocupe se ele vai acabar, porque estarei usando apenas para eu respirar, apenas para viver.
E é isso que vou fazer agora, boa sorte para você, rapaz cheio de amor.
O único amor que eu preciso agora é o próprio, e é com ele que eu vou encontrar na minha próxima parada.
Caroline Carvalho
Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.

Comments

comments

About the Author

Caroline Carvalho
Caroline Carvalho
Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.