[DICA DE PASSEIO – SP] 22ª Festa do Imigrante 2017

 

Se ouvir ‘festival gastronômico’ ativa terminações nervosas em seu corpo, aqui vai uma dica de passeio I M P E R D Í V E L para quem está em São Paulo neste final de semana:

22ª Festa do Imigrante

Nóis ta como, Honey?

A matemática é simples (até pra quem é de Humanas <3, como eu):

  • + de 38 nacionalidades com comidinhas típicas (Alemanha, Argentina, Armênia, Áustria, Bélgica, Bolívia, Bulgária, Camarões, Chile, Colômbia, Congo RDC, Coreia do Sul, Croácia, Egito, Espanha, França, Grécia, Ilha da Madeira, Índia, Inglaterra, Iraque, Israel, Itália, Japão, Líbano, Lituânia, México, Moçambique, Noruega, Palestina, Peru, Polônia, Portugal, República Tcheca, Rússia, Síria, Turquia e Vietnã).
  • Artesanatos de diversos países! Presentes prxs crushes e prozamygo tudo. \0/
  • + de 15 apresentações artísticas por dia de Feira.
  • Gorózinhos do mundo todo.
  • Oficinas de artesanato, Workshops de dança e Espaço Faz e Conta, voltado às crianças!

= a fim de semana maravilhoso! 😉

Realizada pelo Museu da Imigração, a tradicional Festa do Imigrante chega à 22ª edição. O evento homenageia a história de mais de 50 nacionalidades.

A festa começou no domingo passado, e vai rolar ainda entre os dias 10 e 11 de junho (esta sábado e domingo), das 10h às 18h. A entrada custa R$10, com direito a meia-entrada e é pertinho da estação Bresser-Mooca do Metrô (Linha Vermelha).

Mas é tanta opção de barraquinha que você nem sabe por onde começar, não é mesmo, monamu?

Então seguem dicas:

 

Pacumê: O guioza da Coréia vem em uma porção de 8 unidades e custa R$ 10! Na Noruega você pode desfrutar um delicioso sanduíche de salmão defumado com molho de mostarda e mel (R$ 26). Na Rússia, o tradicional Blini (R$ 14) é servido em uma panquequinha também com salmão defumado e caviar. Na Espanha, o prato de paella enche os olhos – e a barriga! – (R$ 30)! Se o seu negócio é conhecer a Turquia (mas está sem tempo ~R$ ~ que nem eu para ir até lá), o Doner Kebab com molho de alho e batata frita sai por R$ 22. O mais legal é que todas as barracas são de nativos ou descendentes. Quédize: eles manjam dos paranauês e até podem te explicar  história de alguns pratos! 😉

Não faltam também temakis, churrascos gregos, ceviches, o famoso Ojo de Bife argentino e os maravilhosamente bem temperados pratos africanos! Se você é mais tradicional e não dispensa uma boa massa da nonna, manda ver! Gnocchi, spaghetti e outras delícias italianas também dão as caras por lá!

 

Pabebê: No Peru, você precisa conhecer o suco de milho roxo, conhecido como Chicha Morada (R$ 6). E se gostar muito, na área reservada aos Artesanatos você encontra uma espécie de Tang Peruano sabor Chicha para fazer em casa! Na Colômbia, refresque-se com uma deliciosa limonada com leite de coco (R$ 10). A opção com rum também pode ser desfrutada! 😉

A Alemanha serve geladíssimos chopps claros e escuros em 500ml (R$ 12) e 300ml (R$ 8). Também é possível encontrar vodkas e cervejas artesanais dos países participantes!

 

Não vá embora sem um docinho! As sobremesas variam de R$ 6 a R$ 10 no geral e vão desde macarons, cheesecakes e tiramissus aos famosos gelatos italianos, canolis e doces lituanos de cereja e frutas vermelhas! Brigadeiro e pudim de leite condensado também podem ser apreciados! Bombons peruanos vem embalados num tecidinho típico e bem colorido.

 

Foto: Divulgação

E sabe o que mais tem de legal? Além de ser um Museu lindo, ao comprar o ingresso para a feira, você automaticamente pode visitar a exposição de longa duração que traz histórias de imigrantes e registros emocionantes (como cartas enviadas às famílias) além de um ambiente que simula como era a hospedaria na época.

Foto: José Cordeiro/ SPTuris.

 

Chegue cedo para evitar filas e divirta-se! 😉

 

22ª Festa do Imigrante – Museu da Imigração

Datas: 10 e 11 de junho

Horário: 10h às 18h (a bilheteria encerra as atividades às 17h)

Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca –São Paulo

Ingresso: R$ 10 (meia-entrada: R$ 5)

Informações: (11) 2692-1866

 

Aproveitem, mores. Beyjos!

Beatriz Bonas
Canhota, canceriana e designer gráfica por formação. Pós Graduada em Gestão do Design pela FIAM/FAAM e estudante de Gestão de Negócios com Ênfase em Marketing pela ESPM. Apaixonada por tipografia, caligrafia, arte, marketing, horóscopo, seriados de comédia e cidades do interior.

Comments

comments

About the Author

Beatriz Bonas
Beatriz Bonas
Canhota, canceriana e designer gráfica por formação. Pós Graduada em Gestão do Design pela FIAM/FAAM e estudante de Gestão de Negócios com Ênfase em Marketing pela ESPM. Apaixonada por tipografia, caligrafia, arte, marketing, horóscopo, seriados de comédia e cidades do interior.