Eu esqueci você

Esse dia finalmente chegou e não teve fogos de artifício. Nenhum sino tocou e não houve música ao fundo.

Eu simplesmente esqueci você.

Assisti 500 dias com ela e já entrou para um dos melhores da minha lista. Ele conta a história de um rapaz super apaixonado que vive em um mundo meio fantasioso de tão romântico – tenho quase certeza que era canceriano. Ele se apaixona e começa a contagem (1-500) até o dia em que ele finalmente supera a perda do seu amor, o (500-500). Recomendo o filme!

Se eu soubesse que existia essa conta, talvez tivesse passado por tudo isso de uma maneira melhor.

Você foi embora depois do carnaval e levou a minha alegria. Levou minha crença no amor e na felicidade; levou todas as minhas manhãs de sol. Depois que você foi embora, ficou noite por muito tempo e o inverno durou bem mais que três meses.

No começo, eu esperava tanto por esse dia que não percebia que só afastava ele de mim na medida em que eu pensasse nisso. Sabe aquela história que o leite só ferve quando a gente sai de perto do fogão? É a mais pura verdade.

Comecei a olhar para mim, ver a minha vida, e fui percebendo que o sol ainda nascia e que existe muita gente babaca nesse mundo, mas que ainda existe uma meia dúzia que vale a pena conhecer. E eu conheci tanta gente depois de você, conheci lugares, comidas e abraços que não aconteceriam se você ainda estivesse aqui.

Não estou tirando o valor que a nossa história teve, tudo nessa vida é aprendizado e eu aprendi muito com você sobre o que não fazer. Me conheci muito mais, aprendi que amor só dura em liberdade e não da forma tóxica que transformamos a nossa relação.

Nascemos sós e morremos sós. Quem tiver o prazer de entrar em nossas vidas nesse intervalo é quem vale a pena, sempre temos algo para aprender, de bom ou ruim.

Você indo embora, deixou espaço para quem vai chegar e ficar, simplesmente por querer ficar.
Não precisamos correr atrás de nada, nem insistir demais, o que tiver que acontecer, vai acontecer em paz – e da forma mais gostosa possível.

Obrigada por me fazer te perdoar, mesmo sem nunca ter pedido perdão. Obrigada por me mostrar que eu mereço muito mais do que me deu.

Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais

(365-365)

Caroline Carvalho
Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.

Comments

comments

About the Author

Caroline Carvalho
Caroline Carvalho
Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.