Kondzilla: a periferia que se tornou referência

Filho de pedreiro e de uma funcionária pública, criado em uma comunidade pobre do Guarujá, em São Paulo, a Vila Santo Antônio, Konrad Cunha Dantas era apenas mais um em meio a uma multidão de brasileiros da periferia das grandes cidades. Perdeu a mãe aos 20 anos e prometeu a ela que seria um cineasta. Utilizou o dinheiro da pensão que recebia pela sua morte e investiu na carreira. Seria apenas mais uma história de superação de um menino pobre nascido e criado em uma comunidade carente, porém, estamos falando de Kondzilla, que se tornou, recentemente, o maior canal de YouTube no Brasil em quantidade de views.

 

Seu canal já tem mais de 16 milhões de inscritos, média de 740 milhões de visualizações por mês, 254 pessoas por segundo clicando em um dos vídeos e mais de sete BILHÕES de views no total (superou o canal da Galinha Pintadinha). Em fevereiro desse ano, Kondzilla alcançou o 4º lugar em audiência do YouTube no mundo, deixando para trás nomes como Shakira.

O “Top 5” dos vídeos mais populares do Kondzilla são:

1º Deu Onda, do MC G15 – mais de 290 milhões de visualizações:

 

2º Bumbum Granada, dos MC’s Zaac & Jerry – mais de 240 milhões de visualizações:

 

3º Bum Bum Tam Tam, do MC Fioti – mais de 228 milhões de visualizações:

 

4º Tumbalatum, do MC Kevinho – mais de 227 milhões de visualizações:

 

5º Cheia de Marra, do MC Livinho – mais de 225 milhões de visualizações:

 

Além da produção dos clipes de funk, Kondzilla chamou a atenção do renomado diretor brasileiro Andrucha Waddington, que elogiou o jovem talento dizendo que ele tem uma linguagem própria e assinou contrato de três anos com a sua produtora, a Conspiração Filmes.

Hoje, Konrad já produziu alguns filmes publicitários para grandes empresas como, por exemplo, a Nestlé, que lançou o filme “O Rolê é Nosso” com o time de vôlei feminino patrocinado pela marca e a cantora Karol Conka; e o vídeo “Festa das Cacheadas”, estrelando a cantora Ludmilla para a marca de produtos para cabelo Salon Line.

 

 

Em uma nova fase da sua vida, Konrad entrou no mercado da música como empresário de alguns artistas como MC Guimê, MC Bin Laden e MC Kevinho. Sua empresa já fatura mais de um milhão de reais por mês e a marca Kondzilla está presente em uma grife exclusiva com bonés, camisetas, relógios e outros produtos que podem ser comprados pela internet (conheça o site e a loja virtual clicando aqui).

 

De garoto pobre da periferia a referência para o seu público, Konrad Cunha Dantas, 29 anos, se tornou um ícone dentro de um mercado marginalizado e esquecido pelo resto do Brasil. Seus clipes rodam nas festas mais badaladas das grandes capitais e sua marca veste muita gente rica que nem sabia da existência da pobreza. Essa é a beleza do seu negócio.

Mauricio Colar
28 anos, publicitário (isso já diz tudo sobre mim)

Comments

comments

About the Author

Mauricio Colar
Mauricio Colar
28 anos, publicitário (isso já diz tudo sobre mim)