Meu Malvado Favorito 3 – Como sobreviver sem vilania?

Fomos convidados, mais uma vez, pela assessoria do Iguatemi Rio Preto para conferir um super lançamento das telonas! Inundado pela cultura pop e recheado de ótimas referências, o terceiro longa da franquia Meu Malvado Favorito chegou no último dia 29 e já vem fazendo as férias da garotada pelo mundo com pouco mais de uma hora e meia de muita aventura e, claro, nossos queridos minions.

No novo capítulo da saga, a família mais malvada das telonas aumenta ainda mais com a chegada de Dru, irmão gêmeo de Gru, que acabou sendo criado pelo pai após o divórcio. Dru envia seu mordomo em busca do irmão perdido após o falecimento de seu pai a fim de que ele o ensine a arte da vilania para deixar algum orgulho para a família, tendo em vista a tradição pela maldade, roubo e travessuras.

O novo longa traz a junção perfeita entre tudo o que já esperávamos dos personagens, com um desenvolvimento singular e mais profundo de cada um, como no caso de Gru, que se apresenta dócil, nostálgico e extramente preocupado/conectado com a família. O relacionamento das meninas com a nova “mãe” Lucy também é colocado em foco, dando abertura não só para o desenvolvimento da personalidade dela, como também a das meninas, que ganharam mais tempo de tela sem a presença de adultos.

Não podemos deixar de destacar a trama da pequena Agnes, que é, sem dúvidas, uma das mais queridas pelo público. Dessa vez, os diretores levaram a obsessão por unicórnios ao ápice, o que rendeu ótimas risadas e momentos de fofura extrema. O vilão em si foi outro grande acerto, com uma identidade única e bastante nostálgica; Balthazar Bratt faz o elo que une a animação ao público adulto que sempre acaba se rendendo à franquia.

Os minions são um caso totalmente a parte, e nós mal podemos esperar para lançamentos de mais filmes solo! Dessa vez, os pequeninos viciados em banana estão revoltados com a vida longe da vilania e abandonam Gru, o que, como era de se esperar, rende a melhor sequência de cenas do filme todo, além de também trazer ao público o relacionamento do até então chefe e os amarelinhos de maneira mais profunda, mostrando rapidamente o início dessa amizade. Em uma série de acontecimentos dignos de Desventuras em Série, toda a matilha de pequeninos acaba presa e precisa se unir para encontrar sua família novamente.

A receita do sucesso não foi deixada de lado: o novo filme traz os mesmo dubladores – tanto na versão original, quanto na brasileira -, a mesma linha de roteiro e, claro, Pharrel Willians como principal compositor das músicas temas. De maneira geral, o terceiro longa da franquia apresenta um formato já conhecido pelo público sem perder a vantagem da novidade, aqui trazida pela forte aposta na antítese do personagem principal com seu irmão gêmeo de personalidade completamente oposta.

Divertido e extremamente fofo, Meu Malvado Favorito 3 é o programa que faltava nas suas férias. O filme segue em cartaz no Iguatemi Rio Preto, confira o trailer:

 

Jôicy Franco
Social Media, 24 invernos.
Basicamente um desenho animado tentando sobreviver no mundo real.

Comments

comments