Na “Arena das eliminações”, o Corinthians finalmente conquistou seu primeiro título

Com o bandeirão atrás, jogadores e integrantes da comissão técnica posam para a foto do pôster (FOTO: Daniel Augusto Jr.)

A conquista já estava praticamente garantida, no entanto, o clima de desconfiança ainda rondava a Arena Corinthians. No palco onde foi eliminado seis vezes, o torcedor corintiano sentiu pela primeira vez a sensação de conquistar um título de mata-mata em casa. A confirmação do 28º Campeonato Paulista veio neste domingo (7): empate em 1 a 1 diante da Ponte Preta com o apoio de 46.462 torcedores presentes em Itaquera.

A vantagem conquistada no Moisés Lucarelli no último final de semana deu ao Corinthians tranquilidade para jogar diante do seu torcedor. Nos primeiros minutos de partida, inclusive, a equipe de Fábio Carille viu primeiramente a Ponte Preta de Gilson Kleina buscar o gol. Abrir o placar logo no início da final poderia dar sobrevida a Macaca. Porém, apesar de trocar passes perto da área, o sistema ofensivo da Ponte esbarrou na forte defesa alvinegra.

Depois de segurar o ímpeto pontepretano, o Timão se soltou. Na melhor chance do primeiro tempo, Jadson encontrou Romero, que apenas escorou a bola para a chegada de Maycon chegar finalizando e acertar a trave de Aranha. No rebote, finalizou mascado e perdeu a chance. Do outro lado, a Ponte Preta tentava chegar pelas alas, principalmente na base da bola aérea. Utilizando a velocidade de Nino Paraíba pela direita, a Macaca tentava buscar o ataque, especialmente William Pottker, sumido no duelo final.

Na segunda etapa, o Corinthians jogou mais solto. O nervosismo de não ter feito pelo menos um gol nos primeiros 45 minutos afetou a Ponte Preta. Mais leve, o Timão passou a chegar mais no ataque. Aos 17’, Jadson aproveitou o erro na saída de bola e encontrou Romero na grande área. O paraguaio chutou duas vezes, mas conseguiu abrir o placar.

Em busca de um milagre, a Ponte Preta partiu para cima. Entraram Lins e Yuri nas vagas de Lucca e Clayson, respectivamente. Porém, a melhor oportunidade veio com quem entrou no intervalo. Ravanelli arriscou de longe e acertou a trave. Mas o gol pontepretano veio já no fim da partida. Após falta cobrada na área, Marlon, desfalque na primeira partida, escorou para vencer Cássio e empatar o duelo.

No fim, Romero ainda perdeu a chance de garantir a vitória, mas não precisava. Com o empate, o Corinthians conquistou o Campeonato Paulista pela 28ª vez.

 

André Bastos

André Bastos (ou Dezão), 22 anos. Formado em Jornalismo e amante de esportes. Ama tanto que vai comentar sobre eles. Dicas, dúvidas e críticas serão aceitas.

Comments

comments

About the Author

André Bastos
André Bastos

André Bastos (ou Dezão), 22 anos. Formado em Jornalismo e amante de esportes. Ama tanto que vai comentar sobre eles. Dicas, dúvidas e críticas serão aceitas.