Não nasci para ser a outra

Você reapareceu e eu juro que me senti tão feliz que pensei: agora vai!
Passou um filme em minha cabeça do último momento que tivemos juntos e senti o gostinho da felicidade voltar.
Imaginei mil formas que você teria para dizer que sentiu minha falta e que se arrependeu.
Ledo engano. Você trazia junto de si uma outra pessoa, um relacionamento do qual disse que não queria mais. Eu, na minha ingenuidade, acreditei que você deixaria o relacionamento que não o fazia mais feliz para finalmente ficar comigo. E olha que eu esperei meses por sua volta.
Mas não aconteceu como eu queria, como eu esperava. Me peguei aqui com o celular na mão esperando por uma mensagem sua do tipo Gusttavo Lima, abre o portão que eu cheguei… Mas ela não chegou.
Você até queria me ver às vezes aos domingos a noite ou durante a semana. No começo aceitei, até o dia que me peguei me arrumando para ter ver, me olhei nos olhos e percebi que eu não merecia isso. É pouco demais!
Eu amo o seu cheiro, a tua quase convinha do lado esquerdo e quando você beija a ponta do meu nariz, mas quero você por inteiro, tendo você pela metade estou me esvaziado do meu amor por mim e isso está errado.
Eu te dei alguns dias para se resolver  – mesmo sabendo que não mudaria nada -, dei um último suspiro para a minha falsa esperança, mas ela morreu aqui.
Quem não sabe o que decidir, decidido está.
Você está sendo extremamente injusto, de todas as formas, está sendo egoísta e eu não vou me sujeitar a viver nesse triângulo onde tem tudo, menos amor.
Eu faria tudo para ter você comigo, mas não posso passar por cima de mim, não posso me matar aos poucos a cada sábado a noite que não tenho você comigo. Preciso de mais, mereço mais… E acho uma pena você não ter percebido isso a tempo.
Caroline Carvalho
Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.

Comments

comments

About the Author

Caroline Carvalho
Caroline Carvalho
Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.