Nerve: Um Jogo sem Regras

Imagine um game em que os participantes jogam “Verdade ou Desafio?” online em troca de dinheiro, com milhares de pessoas assistindo tudo o que eles fazem e definindo quais serão seus próximos desafios?

Uma discussão sobre os limites das redes sociais e até onde estamos dispostos a ir para conseguirmos a fama imediata. Em tempos de Pokémon Go, esse game seria um sucesso absoluto.

Vee (Emma Roberts)

Antes de algum desenvolvedor ter essa brilhante ideia, a escritora Jeanne a desenvolveu no livro “Nerve”, que antes mesmo de ser lançado teve seus direitos de adaptação vendidos para a Lionsgate e logo virou um filme.

Em Nerve: Um  Jogo  Sem  Regras,  Vee  (Emma  Roberts, foto acima)  está prestes a sair do ensino médio e entrar na faculdade, mas decide participar de um jogo de “Verdade ou Desafio?” pela internet, onde todos os seus passos e atos são vistos e manipulados por uma comunidade anônima de hackers. Ela acaba tendo que competir ao lado de um misterioso estranho (Dave Franco), mas o game começa a tomar rumos sinistros e a ficar cada vez mais perigoso.

desafio

consequencia

O enredo traz várias similaridades com Gossip Girl: a protagonista (Serena?) está sempre brigando com sua melhor amiga megera (Blair?), enquanto as duas fazem de tudo para serem populares em Nova Iorque. Déjà vu?

Porém, as coisas começam a se complicar e a trama começa a partir para um lado mais mortal, à lá Jogos Vorazes.

Emma Roberts, que roubou a cena em Pânico 4 e se tornou a mean girl favorita de Hollywood com as séries Scream Queens e American Horror Story: Coven, interpreta uma protagonista looser que está cansada de ser maltratada pela vida e por seus amigos. E, mesmo interpretando uma personagem totalmente diferente das que está acostumada, Roberts entrega uma ótima atuação.

Ao lado de Dave Franco (Vizinhos), a dupla demonstra uma ótima química em tela e consegue levar parte do filme nas costas.

noite

ny

A direção de Henry Joost e Ariel Schulman, de Atividade Paranormal 3, é extremamente eficiente e usa a cidade de Nova Iorque para criar um plano de fundo para a história, usando e abusando das luzes neon da cidade e criando um visual marcante para a produção, que é bastante estilosa.

O maior problema reside no roteiro. Enquanto os dois primeiros atos são inovadores e trazem um suspense que te prende na cadeira, o desfecho é previsível e mal realizado.

N_D32_3891.CR2

Nerve: Um Jogo Sem Regras vale à pena por sua originalidade e pelo brilhantismo de sua premissa,  que entretêm e diverte, enquanto rende momentos de tensão total. Se você acha que a jornada vale mais que o final, o filme pode te surpreender.

N_D12_3028-2.CR2

FONTE: CINEPOP

Thiago Dantas
Sou publicitário, 34 anos, pra frentex, cristão, cinéfilo, carnívoro neandertal, amante dos bichos, ouvidor de musica country/punk, estudante das ciências jurídicas, que tem muitas saudades daquilo que não viveu e quem sabe um dia eu não me torne imperador ou ator\dançarino.

Comments

comments

About the Author

Thiago Dantas
Thiago Dantas
Sou publicitário, 34 anos, pra frentex, cristão, cinéfilo, carnívoro neandertal, amante dos bichos, ouvidor de musica country/punk, estudante das ciências jurídicas, que tem muitas saudades daquilo que não viveu e quem sabe um dia eu não me torne imperador ou ator\dançarino.