Nossa última estação

Chegou a nossa última estação, meu amor, e antes de pegar as minhas malas – que estão feitas há tempos – e simplesmente sair, eu quero ter uma despedida decente, a despedida que nosso amor merece.

Antes de qualquer coisa, quero apenas agradecer. O tempo investido, a vida que você gastou comigo, a história que você me deu, vou levar ela comigo para sempre; você fez e fará parte de mim. Daqui a alguns anos, espero ter notícias suas, sabendo que você está bem.

Eu entendo o derramar das suas lágrimas agora, afinal, eu fui me despedindo de você aos poucos até ter forças para decidir ir, pegar outro trem. Percebi que meu ticket de viagem ia até a estação passada, mas pedi gentilmente para o agente da estação que me deixasse viajar apenas mais uma, não estava pronta.

Eu percebi que essa linha que escolhemos viajar não nos levaria a lugar algum, e que as paisagens na janela perdiam a cor a cada dia.

Peço perdão por não ter te dado tempo de assimilar a minha partida, mas sei que irá se virar muito bem sem mim, confio em você. E ainda quero que você olhe para alguém como você sempre me olhou até hoje, os olhos mais apaixonados que eu já vi, e quando vi que perderam a cor para mim, percebi que meu tempo com você tinha acabado.

Não quero ser injusta com você, nem comigo. Tenho uma dívida com a minha existência, e o caminho para pagar essa conta cabe um só. Nessa jornada vai ser eu comigo mesma, e não busco amor – se fosse isso, permaneceria aqui.

Eu não sei o que vou encontrar quando descer desse trem que conheço cada parte e tem o cheiro familiar, eu só sei que preciso disso, meu anseio pelo que ainda não vi é maior do que toda a estabilidade morna que esse vagão –hoje – me dá.

Tente guardar as coisas boas, como aquela nossa viagem para aquela cidade linda, você lembra o nome? Para aquela paisagem sempre seremos eu e você. Deixei um espaço na mente e no peito que tem seu nome, e sei que daqui muitos anos ainda vou me lembrar com carinho de você.

E eu sei que carinho é pouco perto do que você merece.

Desço aqui, com um aperto no peito e água nos olhos, mas não posso mais esperar por mim.

Caroline Carvalho

Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.

Comments

comments

About the Author

Caroline Carvalho
Caroline Carvalho

Estudante de letras, troco salgado por doce, tentando ser fitness, amo gatos, livros e Netflix. Canceriana.