O que tem de ser tem uma força inexplicável

Há alguns dias escrevi sobre como certas coisas não têm respostas. E cá estou novamente para constatar que não.

O destino tem mesmo disso, ele nos prega algumas peças, às vezes. E o que podemos fazer quanto a isso? Aceitar ou tentar mudá-lo?

Muitas vezes podemos nos machucar tentando mudar aquilo que já está escrito – e não é sobre comodidade, é basicamente sobre lidar. Lidar com a falta de dinheiro – e fazer algo a respeito -, lidar com o amor não correspondido – e fazer algo a respeito -, lidar com aquele plano de vida que não deu certo – e fazer algo a respeito. Nem tudo está perdido e lamentar sobre tudo que deu errado em nossa vida não é a melhor opção.

Temos o poder de contagiar pessoas e lugares com a nossa energia. Imagina só viver em um mundo onde todo mundo anda frustrado com o que não deu certo e não aconteceu?

Não vamos achar todas as respostas para as nossas dúvidas e nem todas as soluções para os nossos problemas, mas podemos, sim, sempre fazer algo a respeito para lidar com as nossas situações. Seja mudar de emprego, seja permitir se apaixonar de novo – e de novo, e de novo (porque, acredite, ainda existem pessoas legais no mundo) -, seja alterar a rota para a esquerda quando a da direita não der certo, e seja ser feliz, apesar do mau tempo, apesar das crises, apesar de tudo.

No final, bem lá no fundo, você vai olhar tudo ao seu redor e pensar: era pra ser. E não existem palavras para descrever o quão bom é esse sentimento.

Carol Datore
Jornalista de corpo e alma. Publicitária pelo destino. Palmeirense, virginiana e amante do bom e velho rock nacional.

Comments

comments

About the Author

Carol Datore
Carol Datore
Jornalista de corpo e alma. Publicitária pelo destino. Palmeirense, virginiana e amante do bom e velho rock nacional.