#ResenhaDaSemana – “Conta Comigo” (Stand By Me)

Há 30 anos, Conta Comigo (Stand By Me), baseado em uma história de Stephen King e dirigido por Rob Reiner, foi lançado nos cinemas. O livro O outono da inocência – O corpo (The Body) do autor Stephen King, compreende as memórias de infância do escritor Gordie Lachance (Richard Dreyfuss) – que é o alter ego de King – do verão de 1959, quando era um garoto de Castle Rock, Oregon, uma cidadezinha com poucos moradores. O garoto e mais três amigos (inseparáveis) têm uma determinação: localizar o cadáver de um garoto desaparecido.

A aventura ganha novas proporções no desenrolar da história. Com os impasses da vida cada vez mais difíceis, a história mostra que somente quem é amigo de verdade pode ouvir e aconselhar discussões familiares e afetivas. Cada garoto carrega o seu próprio dilema.

Gordie Lachance (Wil Wheaton) vive com os seus pais ainda traumatizados pela recente morte de seu irmão. Chris Chambers (River Phoenix – RIP) é um garoto de uma família mais simples e incompreendido que sempre causa confusão e problema, porém, no decorrer da viagem, ele mostra outro lado, com espírito sereno e de liderança, que direciona a turma para o caminho correto. Teddy Duchamp (Corey Feldman) é um jovem que carrega o peso de um pai com distúrbios mentais.

Podemos observar que os problemas são abordados com carinho e cautela pelos personagens, que fazem com que o lado bom das situações seja aproveitado como se fosse último.

Quando assistimos, nos deparamos com a amizade verdadeira entre os próprios atores. A interação entre eles é especial, assim como a trilha sonora:

01.”Stand by Me” (Ben E. King)

02.”Lollipop” (The Chordettes)

03.”Book of Love” (The Monotones)

04.”Everyday” (Buddy Holly)

05.”Great Balls of Fire” (Jerry Lee Lewis)

06.”Yakety Yak” (The Coasters)

07.”Let the Good Times Roll” (Shirley e Lee)

08.”Come Go with Me”(The Del VIkings)

09.”Get a Job” (The Silhouettes)

10.”Rockin’ Robin” (Bobby Day)

11.”Mr.Lee” (The Bobbettes)

12.”Whispering Bells” (The Del Vikings)

13.”Come Softly to Me” (The Fleetwoods)

14.”Hush-A-Bye” (The Mystics)

Conta Comigo está disponível no catálogo da Netflix e é uma das principais influências da série Stranger Things.

Foto Reprodução

Foto Reprodução

Foto Reprodução

Deixo aqui o diálogo final de cortar qualquer coração nostálgico:

(OBS: Contém spoiler!)

Curiosidades:

– Recebeu uma indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Roteiro Adaptado.

– Recebeu duas indicações ao Globo de Ouro nas categorias: Melhor Filme, Drama e Melhor Diretor.

– Recebeu três indicações ao Independent Spirit Awards nas categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Roteiro.

– O ator Corey Feldman e o diretor Rob Reiner testaram mais de 30 diferentes risadas para o personagem Teddy Duchamp a fim de que ela se parecesse o máximo possível com a descrição apresentada no livro de Stephen King.

– Os nomes de todas as cidades citadas em Conta Comigo, com exceção de Castle Rock, são homenagens a lugares reais do estado norte-americano do Maine, onde Stephen King viveu quando criança.

– O orçamento de Conta Comigo foi de US$ 8 milhões.

Fonte: http://rebobinandomemoria.blogspot.com.br/

 

Thiago Dantas

Sou publicitário, 34 anos, pra frentex, cristão, cinéfilo, carnívoro neandertal, amante dos bichos, ouvidor de musica country/punk, estudante das ciências jurídicas, que tem muitas saudades daquilo que não viveu e quem sabe um dia eu não me torne imperador ou ator\dançarino.

Comments

comments

About the Author

Thiago Dantas
Thiago Dantas

Sou publicitário, 34 anos, pra frentex, cristão, cinéfilo, carnívoro neandertal, amante dos bichos, ouvidor de musica country/punk, estudante das ciências jurídicas, que tem muitas saudades daquilo que não viveu e quem sabe um dia eu não me torne imperador ou ator\dançarino.

Be the first to comment on "#ResenhaDaSemana – “Conta Comigo” (Stand By Me)"

Leave a comment

Your email address will not be published.