Ronald McDonald: A Lenda

Quando falamos em Mc Donald’s logo pensamos no simpático Ronald McDonald. Então, no texto de hoje, vou contar um pouco da história desse sorridente palhaço que habita nossos corações.

Mas, antes de falarmos desse queridão, precisamos destacar que ele não foi o primogênito da rede de fast food mais famosa do mundo. Entre os anos 50 e 60, quando as primeiras franquias do McDonald’s foram inauguradas, o mascote era um simpático cozinheiro com nome de Speedee, em alusão a palavra inglesa “speedy” (rápido), que era o principal conceito do restaurante: entregar os hambúrgueres em um curto espaço de tempo. Speedee ainda pode ser encontrado no McDonald’s mais antigo do mundo, localizado na cidade de Downey, na Califórnia, e fundado em 1953. A unidade foi a terceira da rede e ainda mantém todas as características de quando abriu suas portas, incluindo uniforme dos funcionários, receita dos hambúrgueres e o próprio Speedee em um lindo painel luminoso.

 

Speedee

 

Agora vamos a nossa estrela de hoje: Ronald McDonald.

Quando, no início da década de 60, Ray Kroc (um dos primeiros franqueados e que viria ser, em 1961, único dono dos direitos da marca McDonald’s), decidiu vender hambúrgueres para famílias e crianças, aproveitou que um programa infantil chamado Bozo’s Circus (O Circo do Bozo), patrocinado por uma franquia do McDonald’s de Washington D.C foi cancelado, para ter uma ideia genial: contratar o ator que interpretava o Bozo, Willard Scott, e criou seu próprio palhaço, o famoso Ronald McDonald.

Willard Scott

 

Willard Scott fantasiado como o 1° Ronald McDonald

 

A primeira aparição televisiva de Ronald foi em 1963, apenas em Washington D.C., porém, em 1965, o McDonald’s viu, no Dia de Ação de Graças, uma grande oportunidade de participar da famosíssima Macy’s Thanksgiving Day Parade (mais informações sobre esse evento no link https://pt.wikipedia.org/wiki/Macy’s_Thanksgiving_Day_Parade) e lançar o palhaço em rede nacional, já que o desfile era transmitido ao vivo pela televisão.

 

 

Como faltava pouco tempo para o evento, a equipe do McDonald’s não conseguiu produzir um comercial para a transmissão, então tiveram que aceitar o que foi feito pela agência de publicidade D’ Arcy. A agência alterou a forma original da mascote, tirando os acessórios feitos com produtos do McDonald’s e vestindo-o com uma roupa com características de um verdadeiro palhaço, utilizando as cores da rede, vermelho e amarelo, para a fantasia.

 

 

Hoje, Ronald McDonald é o porta-voz do McDonald’s, tem sua própria instituição de caridade, realiza trabalhos comunitários e aparece em toda ação realizada pela rede de fast food. Ganhou a companhia de mais mascotes, é muito explorado para atrair a atenção de crianças por todo o mundo e, segundo uma pesquisa recente, é mais conhecido que o próprio Papai Noel. É um grande exemplo do conhecimento do seu público-alvo, pois, quando foi criado, os responsáveis já sabiam quem gostariam de atingir. Talvez não esperassem que aquele mascote, com roupas de palhaço e acessórios feitos com produtos do McDonald’s, fizesse tanto sucesso, mas as consequências de um bom trabalho analisando o cliente rendem frutos até hoje.

 

Ronald e sua turma

 

Ronald com roupa criada em 2014 pela designer teatral Ann Hould-Ward

 

 

 

Mauricio Colar

28 anos, publicitário (isso já diz tudo sobre mim)

Comments

comments

, , , , , , , , , , , ,
Mauricio Colar

About Mauricio Colar

28 anos, publicitário (isso já diz tudo sobre mim)
View all posts by Mauricio Colar →