Sobre heróis e o 11 de Setembro de 2001

Ontem (11), o mundo lembrou-se dos 15 anos do ataque ao World Trade Center. Mas, o incidente na terra de Tio Sam deixa algumas questões a serem respondidas: onde estariam os super-heróis no fatídico 11 de Setembro de 2001? Como os fatos da vida real iriam influenciar a produção das histórias em quadrinhos? É com esse desafio que John Ney Rieber escreve O Novo Pacto. A narrativa teria tudo para ter um discurso nacionalista tipicamente norte-americano. Mas, engana-se quem pensa assim.

Na obra, temos um Capitão América que questiona o próprio país e em certa medida combate o terror que os Estados Unidos criaram. Steve Rogers sabe que o atentado foi uma reação das desastrosas ações bélicas da sua nação mundo afora. Sabe também que as armas utilizadas foram os americanos que forneceram e assim causaram sua própria derrocada. Sabe ainda que muitos dos terroristas são frutos da desgraça provocada em solo alheio, que visavam o lucro e destruíram famílias. No entanto, o Sentinela da Liberdade acredita que o ódio não pode ser combatido com mais ódio. Um povo não pode pagar por um erro de um terrorista ou de um governo igualmente terrorista. “Isto é guerra. Mas nunca são as guerras que sangram, queimam ou morrem. É o povo”.

Capitão América situa o próprio sentimento nacionalista frente aos ataques e as descobertas das causas do terrorismo. Rieber abre caminho para o herói do povo de Soldado Invernal e Guerra Civil. Talvez, essa história seja tão simbólica quanto o renascimento do herói, em 1964.

A HQ tem um enredo bom. John Cassaday fecha com chave ouro o trabalho com desenhos simples, porém detalhistas. Em tempos de intolerância, ótima leitura.

Nelio Barbosa

Nélio Barbosa está jornalista. Amanhã pode ser herói brasileiro, craque do Flamengo ou mais um esquecível cidadão. Gosta de livros, histórias em quadrinhos e rir. Tem alergia a endorfina, passa um tanto longe de álcool e já foi fã do Wesley Safadão. Mora em Uberlândia, mestrando em Comunicação e repórter do jornal Correio de Uberlândia. No TipZine, foi convidado para escrever crônicas e sobre literatura às segundas-feiras.

Comments

comments

About the Author

Nelio Barbosa
Nelio Barbosa

Nélio Barbosa está jornalista. Amanhã pode ser herói brasileiro, craque do Flamengo ou mais um esquecível cidadão. Gosta de livros, histórias em quadrinhos e rir. Tem alergia a endorfina, passa um tanto longe de álcool e já foi fã do Wesley Safadão. Mora em Uberlândia, mestrando em Comunicação e repórter do jornal Correio de Uberlândia. No TipZine, foi convidado para escrever crônicas e sobre literatura às segundas-feiras.