UFC Fortaleza: Belfort x Gastelum

No primeiro evento do ano em terras brasileiras, o UFC trouxe para seu card, em Fortaleza, nada mais nada menos do que 12 atletas tupiniquins; no total, só não tivemos brasileiros em um dos 12 combates da noite.

O evento começou com estreia com o pé direito de Paulo Borrachinha na organização. Ele simplesmente não tomou conhecimento do seu adversário o sul-africano Garreth McLellan e passou por cima, conseguindo um nocaute com apenas 1m17s do primeiro round. O garoto promete! Ele tem nove vitórias em nove lutas como cartel.

Na segunda luta da noite, Rony Jason, lutando em casa, desapontou a sua torcida e perdeu por decisão unânime para Jeremy Kenedy. Já no terceiro embate, os brasileiros se reencontraram com as vitórias: Michel Trator não deu brechas e finalizou o americano Josh Burkman com um estrangulamento em posição norte-sul, posição até rara no MMA, com apenas 1m42s de combate.

O Brasil voltou a pisar no octógono na quinta luta e de forma dupla: Serginho Moraes venceu por decisão unânime o compatriota Davi Ramos em uma luta muito morna e extremamente vaiada pelo público. No sexto combate, Massaranduba até começou bem e deu um bom atraso no americano Kevin Lee, porém, não conseguiu manter o ritmo no segundo round e foi finalizado com um mata-leão, vendo sua sequência de vitórias invictas estacionar em sete.

Alex Cowboy entrou no octógono na sexta luta da noite contra Tim Means, luta que valeu como um tira-teima, pois a primeira luta foi classificada como No Contest após o americano aplicar alguns golpes ilegais. O brasileiro entrou focado e conseguiu dominar o combate, diferente do que havia acontecido no primeiro encontro. Aos 2m38s do segundo round, ele conseguiu aplicar um mata-leão finalizando o combate.

As lutas de números oito e nove da noite não foram nenhum pouco vantajosas para os brasileiros. Na oitava, Beth Correia foi bem nos dois primeiros rounds e no terceiro apenas sobreviveu enquanto levou uma verdadeira surra da americana Marion Reneau. Os juízes deram empate majoritário – quando um dos juízes dá um vitória para um dos lutadores, enquanto os outros aplicam empate. Neste caso, um dos árbitros viu vitória de Reneau. Na nona luta, Jussier Formiga perdeu por pontos para Ray Borg em uma luta muito equilibrada.

Na décima luta, Edson Barbosa, conhecido por seus golpes e nocautes plásticos, aumentou sua lista aplicando uma linda joelhada voadora no lutador iraniano Beneil Dariush aos 3m45s do segundo round. A vida do brasileiro não estava nada tranquila no combate, pois estava sendo muito pressionado, até que conseguiu tirar da cartola mais este lindo golpe.

A décima primeira luta contou com a lenda Mauricio Shogun Rua mostrando que suas mãos ainda estão muito afiadas, aplicando um lindo nocaute aos 58s do terceiro round em cima de Gian Villante.

Na luta principal da noite, Vitor Belfort, outra lenda do MMA mundial, acabou nocauteado pelo jovem e promissor Kelvin Gastelum ainda no primeiro round. Belfort anunciou que pretende fazer apenas mais uma luta na carreira e depois disso pretende seguir trabalhando no MMA, mas fora dos octógonos.

Confira abaixo os resultados de todas as lutas na íntegra:

Card Principal
Kelvin Gastelum venceu Vitor Belfort por nocaute técnico aos 3m52s do R1
Maurício Shogun venceu Gian Villante por nocaute técnico aos 59s do R3
Edson Barboza venceu Beneil Dariush por nocaute aos 3m35s do R2
Ray Borg venceu Jussier Formiga por decisão unânime (triplo 29-28)
Bethe Correia x Marion Reneau foi empate majoritário (29-27 Reneau, 28-28 e 28-28)
Alex Cowboy venceu Tim Means por finalização aos 2m38s do R2

Card Preliminar
Kevin Lee venceu Francisco Massaranduba por finalização aos 3m12s do R2
Serginho Moraes venceu Davi Ramos por decisão unânime (triplo 30-27)
Joe Soto venceu Rani Yahya por decisão unânime (29-28, 29-27 e 29-27)
Michel Trator venceu Josh Burkman por finalização a 1m42s do R1
Jeremy Kenedy venceu Rony Jason por decisão unânime (29-28, 29-28 e 29-27)
Paulo Borrachinha venceu Garreth McLellan por nocaute técnico a 1m17s do R1

Vitor Felipe

Vitor Felipe, também conhecido como Vitão. Publicitário formado, apaixonado e praticante de esportes, com uma quedinha extra pelos esporte de combate. Estarei com vocês todas as semanas para trazer as novidades sobre o mundo das lutas em especial o MMA.

Comments

comments

About the Author

Vitor Felipe
Vitor Felipe

Vitor Felipe, também conhecido como Vitão. Publicitário formado, apaixonado e praticante de esportes, com uma quedinha extra pelos esporte de combate. Estarei com vocês todas as semanas para trazer as novidades sobre o mundo das lutas em especial o MMA.